Assis Ângelo, biógrafo de Patativa

“Ele foi um poeta pobre, um poeta humilde, um poeta sem muitos estudos, ou melhor, sem estudo nenhum, porque ele freqüentou a escola cerca de quatro meses — para descobrir, já naquela ocasião, que não continuava a estudar formalmente porque o professor não sabia de nada.”

Leia mais

Inspiração Nordestina, de Patativa do Assaré

“Aedo” aquele que, na antiga Grécia, narrava os feitos de seu povo e prestava culto à deusa Mnemosyne (Memória, mãe das musas). Nos campos do Brasil, ouvimos a ave patativa, que demarca seu território pelo canto, melodioso e triste. Unindo essas duas personagens, ave e Aedo, componho a minha primeira impressão do poeta cearense Antônio Gonçalves da Silva, o Patativa do Assaré.

Leia mais