Antonio Candido, crítico literário e professor, fala da gratuidade — digamos, a capacidade de realizar coisas sem determinações precisas — como sinal de grandeza

Tags:
Categorias:Sem Categoria

Participe da conversa